CONA Maratona 2015

E ai corredores!

Acabei me distraindo e perdendo os dois primeiros dois dias do CONA Maratona, um congresso anual com várias palestras diárias gratuitas sobre corrida. Ele dura somente 7 dias, então tem que correr pra não perder nada.

Captura de Tela 2015-06-03 às 13.37.56

Segue programação a partir de hoje:

03/06/2015 – Terceiro Dia
 09:00
 – Christopher Chow – Ultramaratonista
Segredos para correr no calor sofrendo menos.
Quem conhece sabe o quanto o ultramaratonista Christopher Chow desenvolve bons tempos correndo no calor. Ele vai te contar o que acontece e o como ele faz para usar o calor a seu favor e ainda baixar o pace.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2302-segredos-para-correr-no-calor-sofrendo-menos

 16:00 – Valeria Mello  – Atleta Maratonista.
Como corro (muito) mesmo com a vida corrida de mulher.
A maratonista Valéria Mello é especialista em “manter os pratos girando”. Além de correr muito, ainda consegue tempo para trabalhar, cuidar da sua empresa e dar atenção ao marido e filha. Ela vai te contar como faz e dar dicas super valiosas (principalmente para mulheres) de como fazer isso na sua vida também.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2303-como-corro-muito-mesmo-com-a-vida-corrida-de-mulher

 20:00 – Rafael Arcanjo – Ultramaratonista recordista em corrida em esteira.
Vou te ensinar a encarar os longões como um ultramaratonista (mesmo na esteira).
Os longões são partes duras de todo treino para a maratona. O Ultramaratonista recordista em corrida na esteira Rafael Arcanjo vai te ensinar a encarar esses treinos como um verdadeiro ultra, até mesmo na esteira.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2300-vou-te-ensinar-a-encarar-os-longes-como-um-ultramaratonista-mesmo-na-esteira

04/06/2015 – Quarto dia
 09:00
 – Ricardo Filho – Atleta Maratonista
Como se tornar um maratonista sem deixar a vida de lado.
Os treinos pra maratona costumam tomar grande parte do tempo do atleta, fazendo com que precise abdicar de muitos encontros em família e amigos. O atleta Ricardo Filho vai contar as estratégias e organizações que usou para conseguir seguir os treinos a risca enquanto finalizava sua tese de mestrado, intercalava os treinos de musculação e aproveitava a vida social.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2305-como-se-tornar-um-maratonista-sem-deixar-a-vida-de-lado

 16:00 – Rafael Homem de Carvalho – Psicólogo Maratonista
Como espantar de uma vez por todas os fantasmas que assombram os treinos.
Sabe quando você sabe que tem que treinar mas algo te diz pra não ir? O Psicólogo e maratonista Rafael Homem de Carvalho vai te ensinar a espantar de uma vez todos esses fantasmas que puxam seus treinos para trás. Essa palestra vai ser TOP demais.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2306-como-espantar-de-uma-vez-por-todas-os-fantasmas-que-assombram-os-treinos

 20:00 – Cleber Isbin – Atleta Amador de Alto Desempenho.
O segredo para acabar com as desculpas para não treinar.
“Hoje foi muito cansativo…” “Amanhã eu vou…” “Ta frio…” Chega de cair nessas desculpas que VOCÊ mesmo cria para boicotar seus treinos. O atleta Cleber Isbin, 3º colocado na Mizuno Uphill 2014, vai te dar todos os motivos e respostas pra cada desculpa que você inventar. Chega de perder treino, sua prova está chegando!

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2307-o-segredo-para-acabar-com-as-desculpas-para-no-treinar

05/06/2015 – Quinto dia
 09:00
 – Gabriel Picarelli – Treinador e Atleta de alto desempenho
Como se tornar um maratonista sem ter tempo para treinar
Tempo, sempre o tempo. Todos sabemos que treinar para uma maratona exige uma grande dedicação e tempo para os treinos, principalmente os longos. O TOP treinador e atleta 2º colocado na Mizuno UpHill Marathon 2014 vai te ensinar os métodos que usa com os atletas que ele treina e com ele mesmo para que se tornem maratonistas sem ter tempo para treinar.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2308-como-se-tornar-um-maratonista-sem-ter-tempo-para-treinar

 16:00 – Guilherme De Agostini – Atleta Ultraendurance e Mestre em Fisiologia do Exercício
O segredo do pace: O inimigo invisível que pode sabotar a sua prova

Você treina durante 17 semanas, se dedica, come bem, suplementa e quebra na prova sem saber o motivo. O Dr. Guilherme De Agostini, atleta de ultraendurance e mestre em fisiologia do exercício sabe muito bem e te explica como não quebrar na próxima prova sem mudar muita coisa.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2309-o-segredo-do-pace-o-inimigo-invisvel-que-pode-sabotar-a-sua-prova

 20:00 – Rogério Castilho – Especialista em Hipnose e PNL
Como reprogramar a sua mente para o alto desempenho

Seu corpo responde ao que sua mente acredita. Aprenda técnicas para reprogramar sua mente em busca do alto desempenho com o Rogério Castilho, especialista em hipnose e PNL que vem trabalhado com diversos atletas profissionais de altos desempenho dos últimos anos. Castilho é referência mundial em PNL e Hipnose.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2310-como-reprogramar-a-sua-mente-para-o-alto-desempenho

06/06/2015 – Sexto dia
 09:00
 – Gustavo Maia – Apresentador do Programa Fôlego
15 regras cruciais para correr uma maratona no exterior sem surpresas
Todo corredor sonha em correr uma maratona no exterior. Se você ainda não tem esse sonho, espere mais um pouco rs. O Gustavo Maia, apresentador do Programa Fôlego é um maratonista que já viajou para correr as melhores provas do mundo, em todas as situações. Ele é o melhor corredor pra te dar todas as dicas de como se prevenir de qualquer imprevisto (inclusive dos que você nem imagina) que possa acontecer na sua tão sonhada prova no exterior.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2311-15-regras-cruciais-para-correr-uma-maratona-no-exterior-sem-surpresas

 16:00 – Antônio Colucci – Atleta Amador e Autor do Blog&Run
Como encaixar os treinos na correria do dia-a-dia
O grande Colucci é um especialista em realizar vários projetos ao mesmo tempo e não perder nenhum treino. Ele vai te ensinar como faz isso para você aplicar na sua vida.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2312-como-encaixar-os-treinos-na-correria-do-dia-a-dia

 20:00 – Rubens Pereira – Bacharel em esporte especialista em treinamento físico postural
Posições da coluna na corrida e seus educativos

Levante a mão quem nunca sentiu um incômodo nas costas por causa da corrida. As dores nas costas estão entre as maiores queixas dos corredores. O Rubens Pereira, fisioterapeuta especialista em treinamento físico postural, vai te ensinar como evitar dores e lesões sérias baseadas nas posições da coluna durante a corrida e com diversos educativos.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2313-posies-da-coluna-na-corrida-e-seus-educativos

07/06/2015 – Sétimo e último dia
 09:00
 – Juscelino Castro Blasczyk – Fisioterapeuta e Atleta
Como evitar o afastamento e acelerar o retorno à corrida
Lesão é algo comum entre os corredores, fazendo com que muitos fiquem afastados dos treinos por um tempo. Não é assim que o fisioterapeuta Juscelino Castro trata seus pacientes, ele é especialista em tratamento ativo, mantendo o atleta em treinamento mesmo durante o tratamento e acelerando o retorno aos treinos fortes. Quer saber como ele faz isso? Se liga na palestra dele.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2314-como-evitar-o-afastamento-e-acelerar-o-retorno–corrida

 16:00 – Darlan Souza – Treinador DSX Assessoria
Como correr uma maratona sem sofrer uma maratona

Correr uma maratona não deve significar sofrimento no dia seguinte. Nós sabemos que é uma “dor boa”, mas é ainda melhor estar inteiro pra contar a história com a medalha no peito. O Darlan Souza da DSX Assessoria te orienta no que você deve fazer para não sofrer uma maratona.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2315-como-correr-uma-maratona-sem-sofrer-uma-maratona

 20:00 – Andrea Matarazzo – Atleta e Nutricionista Esportiva
Como terminar uma prova de endurance com energia

Para a nutricionista esportiva Andrea Matarazzo, sua prova não começa na largada. Você deve se preocupar com a alimentação vários dias antes da prova para que tenha combustível suficiente para terminar bem. Aquele prato de macarrão na noite anterior é o suficiente para te dar energia durante toda a prova? A nutricionista competidora de corridas de aventura te dá dicas valiosas de como fazer a reserva de energia correta nos dias que antecedem a prova.

Clique aqui para confirmar sua participação na palestra e ser notificado quando começar. https://meuwebinar.com.br/2316-como-terminar-uma-prova-de-endurance-com-energia

Esse, sem dúvidas, é o programa do melhor evento sobre maratona e meia maratona do Brasil. Acredite, a semana que vem será um divisor de águas nos seus treinos.

Grande Abraço e bons treinos.

Andre Holanda
www.conamaratona.com.br

Winter Vinecki, 14 anos de idade e 7 MARATONAS

Quero compartilhar com vocês a incrível história dessa menina de 14 anos que decidiu completar 7 maratonas (Sim, maratona, 42 km!) sendo 1 em cada continente. E ela fez! E não foram simples maratonas.

Imagem

Bom, tudo começou quando a jovem atleta iniciou sua  ‘carreira’  esportiva com um triatlo aos 5 anos.

E depois de algumas provas de triatlo partiu para as maratonas, vou separar em tópicos para facilitar:

Imagem

1 – Maratona de Eugene, em 2012,  terminou a prova em 03:45, sua maratona mais rápida.

2 – Maratona de Maasai, no Quênia, 4:04, sendo a terceira na corrida das mulheres (Sim! Mulheres adultas… ela não competia com crianças).

3 – Em abril, foi para a Antártida, onde ficou na terceira posição novamente com quase cinco horas de prova em temperaturas de 22 graus abaixo de zero, tornando-se, sem dúvida, a pessoa mais jovem a terminar uma maratona nesse continente.

4 – Mongólia

5 – Nova Zelândia

6 – Peru. A corrida da América do Sul, o Inca Trail Marathon, foi a mais longa de Vinecki, mas foi também sua primeira vitória na maratona. Com o tempo de 9:18:44 em percurso difícil, Vinecki levou o título feminino e estabeleceu um novo recorde da competição.

7 – Grécia – 10/11/2013 – Tornando-se a pessoa mais jovem, do sexo masculino ou feminino, a correr uma maratona em todos os sete continentes.

Imagem

Vinecki ficou emocionada ao conquistar seu objetivo, mas quando entrou no estádio, sua mente se voltou para seu pai.

Cinco anos atrás ele morreu por causa de um tipo agressivo de câncer de próstata.

Na época, ela estava competindo no triatlo olímpico e sua intenção era usar a corrida para destacar a obesidade infantil.

Em vez disso, ela formou uma equipe de corrida para homenagear seu pai e levantar fundos para a pesquisa sobre o câncer de próstata.

Até esta data, ela arrecadou cerca de um milhão de dólares para a pesquisa do câncer.
“Este recorde não é para mim, mas para um a cada seis homens e famílias afetadas por câncer de próstata”, disse Vinecki, em um comunicado divulgado pela Marathon Tours & Travel.

A mãe de Vinecki esteve presente em cada passo do caminho.

Dawn Estelle, mãe de Vinecki, terminou a corrida em 06:23 (foto abaixo), sendo portanto a primeira equipe de mãe e filha a correr 42 km em todos os sete continentes.

Imagem

Atualmente, Vinecki é uma estudante ‘on-line’ da Universidade de Stanford e bicampeã nacional de Ironkids.

Ela treina em Park City, Utah, como a mais nova integrante da equipe de esqui Fly Elite e seu principal objetivo é participar dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018.

Ela se classificou para a categoria Júnior do Mundial de Freestyle Skiing deste ano, mas desistiu para correr suas maratonas.

Ela criou o Team Winter, uma fundação para arrecadar fundos para ajudar pacientes com câncer de próstata.

Ela também faz parte do time da Newton Running, marca americana de tênis e acessórios para corrida. Quem também faz parte do time da Newton Running é o triatleta Craig Alexander, que já apareceu algumas vezes neste blog.

 

Fonte: runnersworld.abril.com.br

            teamwinter.org

            newtonrunning.com/blog/tag/winter-vinecki/

O que Craig Alexander aprendeu com os quenianos?

Encontrei essa matéria no blog espirito outdoor, que ficou ótima, contando um pouco sobre ele, e porque todos estão de olho nesse cara:

———

Craig Alexander impressionou a todos ao vencer o Ironman Melbourne com um tempo de 7:57. O assunto da semana foi o seu tempo na maratona de 2h38.

Lembrando que, o recorde mundial em uma maratona – não triatlo, ou seja, em uma prova onde o atleta só corre – foi de 2h03m, batido pelo queniano Wilson Kipsang no mês de setembro deste ano.

Vamos lá, Craig Alexander nadou 3,8 km, pedalou 180 km e completou uma maratona com apenas 35 minutos de diferença para o queniano que só correu.

Que Craig Alexander é um excelente atleta, e tem um biotipo próprio para a modalidade ninguém discute, agora o que todos querem saber é porque o atleta australiano consegue correr tão bem.

Craig Alexander exibe um postura perfeita em sua corrida durante o Ironman Havai 2011

Craig Alexander exibe uma postura perfeita em sua corrida durante o Ironman Havai 2011

Acreditamos que grande parte da performance de corrida de Craig Alexander à sua mecânica de corrida.

Uma boa mecânica de corrida garante uma grande economia de movimento, o que faz com que você consiga correr em uma mesma velocidade, gastando menos energia, o que é um ótimo negócio nas provas de Ironman.

O que Craig Alexander aprendeu com os quenianos?

Os melhores corredores de todo mundo, são os corredores quenianos, considerados extremamente eficiêntes e econômicos em sua corrida (Os segredos dos Corredores quenianos).

Todos os corredores quenianos apresentam algumas características bem similares em suas mecânicas de corrida.

Todos possuem uma alta cadência de passadas (acima de 180 passadas por minuto), corpo ereto e levemente inclinado para a frente.

Uma passada curta, onde seus pés aterrizam bem debaixo de seus corpos.

Os corredores quenianos também aterrizam utilizando o antepé ou o meio do pé, além de manterem o joelho levemente dobrado no momento de contato do pé com o solo.

Isso garante uma melhor continuidade do movimento e faz com que o impacto seja melhor absorvido pela musculatura das pernas e da coxa, o que preserva as articulação (como o joelho e o quadril) dos impactos da corrida.

Todas essas características podem ser observadas na mecânica de corrida de Craig Alexander, que consegue manter uma ótima mecânica de corrida, apesar de todo o cansaço acumulado das modalidades anteriores.

Como melhorar minha corrida?

De forma resumida podemos destacar 3 pontos:

O aumento da cadência de passadas: Correr com uma cadência alta obriga o corredor a diminuir um pouco o tamanho de sua passada, o que faz com que o contato da passada com o solo seja melhor. Experimente em todos os seus treinos (inclusive nos trotes de aquecimento) correr com passos um pouco menores e cadência mais rápida. Execute tiros de velocidade em descidas, se forçando a aumentar cada vez mais a velocidade dos passos. Vale lembrar que a ênfase desses tiros deve ser o aumento da coordenação, e por isso se faz necessário um descanso grande entre os esforços (pelo menos 1min).

Melhora da postura: É comum ver atletas no meio da maratona do Ironman, com a postura cansada, e uma mecânica toda comprometida. Isso se dá pela incapacidade de conseguir manter o tronco ereto. Durante os seus treinos de corrida, em preparação para as provas longas de triatlo, é importante ter em mente que não é só o volume que importa. Que tal mudar um pouco as suas metas e se policiar para conseguir manter a postura correta durante todo o seu treino longo?

Exercícios Educativos: Use e abuse dos exercícios educativos. Inclua-os em seu treinamento e em suas séries de treinamento intervalado. Uma dica é fazer o educativo Skipping numa leve subida.

———

E ai, gostaram da matéria?

Para quem gosta de vídeos, tem esse que explica tudo isso de uma forma mais descontraída – digamos assim:

Algo importante para nós corredores da equipe Sola & Mente, onde maioria é iniciante, é que, uma boa mecânica de corrida previne lesões e preserva o corpo para podermos correr por muitos anos. E acredito que esse seja o principal objetivo de todos.

Palavras do Zé, nosso corredor mais experiente:

Não é muito sadio para quem está começando a correr ficar se preocupando com tempo, ficar exigindo alta performance. O legal da corrida é poder correr por muitos anos, para isso outras coisas devem estar acima, como o fortalecimento dos músculos e treinamento em baixa intensidade, aquela história: subir um degrau de cada vez.

Cada corredor tem sua inspiração

Todo corredor tem uma inspiração, aquele dedo que pressionou o botãozinho “on” para a corrida de rua.

Para alguns foram ainda na infância, quando o pai correu atrás com o chinelo na mão.

Para outros foi na adolescência, quando precisou dar aquela corrida para não perder o ônibus.

Enfim… vamos ver o que inspirou os corredores do Sola & Mente:

Aline: Correr pra mim foi uma alternativa para sair da vida sedentária que estava levando. Juntar o exercício ao ar livre, objetivos voltados para saúde e a companhia dos amigos, tem trazido uma busca por hábitos saudáveis, sensação de bem-estar, maior gás no dia-a-dia. Meu objetivo é focar em metas cada vez maiores e me tornar realmente uma atleta. Conhecer pessoas com maior experiência na modalidade e quem sabe até participar de uma São Silvestre…estou adorando esse esporte…

Ananda: Comecei a correr em busca de saúde, junto com meu noivo (Renan), e como uma forma de acompanhar meu pai (Zé) no retorno dele ao esporte. Hoje, corre por puro prazer! A corrida virou um momento de curtição com a família e amigos próximos. A prática também faz com que eu me preocupe mais com a alimentação para que eu tenha um melhor rendimento. Agora meu objetivo é participar de várias competições na companhia das pessoas que amo.

Carlos: Minha inspiração foi ver meu irmão Zé, fazer suas provas de 42K e resolvi seguir o exemplo de superação e dedicação. Hoje, correr faz parte da minha vida.

Cris: Aqui em casa, a corrida que o papai (Zé) pratica, é prioridade! Aqui ela é sinônimo de bom humor, de fôlego pra correr atrás do Sebástian… e o mais importante, ela é o exemplo para os 2 filhos deste corredor, pai e marido exemplar.

Gonzalo: O que me motiva é o comprometimento que tenho com a equipe Sola e Mente, pessoal a qual tenho um afeto e carinho especial! Sinto-me comprometido e em débito pelo carinho que todos têm por mim!

Paulo “Bigas”: Entrei para o grupo com intuito de sair do sedentarismo e levar uma vida mais saudável, comecei a correr e me sinto muito melhor praticando o esporte, não pretendo levar de maneira profissional porém ninguém sabe o que o futuro nos reserva.

Renan: Felizmente o esporte sempre fez parte da minha rotina, desde os 17 anos de idade quando comecei a praticar basquete 3 vezes por semana.
Quando mudei para Pomerode, vi que era inviável ir até a minha antiga cidade para praticar, e quando percebi estava três meses sem fazer um esporte.
Agoniado sem fazer uma atividade física, resolvi procurar um novo esporte para mim.
A corrida foi o primeiro esporte a vir na minha cabeça (talvez por já dar umas corridas para preparo físico no basquete), e foi uma ótima escolha!

Sebástian: “Cá Bá Ma Nhé Mã Cá Brrrrr Mã.”
(Acho que não tenho muita escolha.)

Zé: É difícil dizer o que me inspirou a correr desde os 15 anos de idade… as olimpíadas talvez, já que meus pais adoram esportes…
Mas o que me motiva correr até hoje, com 49 anos, sem dúvida é o BEM ESTAR, que este esporte me traz.

[Próxima prova] Novembro

Atenção Solas & Mentes!

Tá chegando a prova de outubro – a 6ª Meia Maratona de Pomerode – todos inscritos e preparados?
Gonzalo, Pessoal, não se esqueçam que o kit precisa ser retirado um dia antes!
Passando esta, temos o mês de novembro que ainda não escolhemos uma prova para corrermos juntos.
Separei algumas provas interessantes (por favor, se tiverem outra opção me falem que eu incluo no post):

Corrida de Revezamento Unimed – 03/11/2013 – Florianópolis
Distância: 16 km (pode ser revezado em 1, 2 ou 4 pessoas)
Largada: 07:30
Organizador: Unimed Florianópolis
Mais Informações: http://www.circuitounimedsc.com.br/index.php/calendario?date=2013-11-03
Valor: Em 2 pessoas = R$ 84,00
Em 4 pessoas = R$ 168,00
Ponto positivo: Flexibilidade de km, Florianópolis, Largada às 7h30 (acreditem, isto é um ponto positivo nos meses de verão rs)
Ponto negativo: Envolve custo de estadia/alimentação, a entrega do kit é 2 dias antes da prova (então alguém precisará ir até Florianópolis só para pegar o kit)

Circuito Sesc de Caminhadas e Corridas – 10/11/2013 – Blumenau
Distância: 10 km
Distância Alternativa: 5
Largada: 08:00
Organizador: SESC
Mais Informações: http://portal.sesc-sc.com.br/circuito/sobre
Valor: R$ 20,00
Ponto positivo: Custo baixo de inscrição, flexibilidade de km, sem gasto com acomodação/alimentação
Ponto negativo: Não tem revezamento

7ª Meia Maratona de Blumenau – 24/11/2013 – Blumenau
Distância: 21 km – Podendo ser revezado em 2 pessoas
Distância Alternativa: 5
Largada: 08:00
Organizador: CorreBrasil
Mais Informações: http://www.assessocor.com.br/Evento/1033/7+MEIA+MARATONA+DE+BLUMENAU.aspx
Valor: MEIA MARATONA
Até dia 14/11/2013: R$ 70,00 + taxa
De 15/08 a 21/11/2013: R$ 80,00 + taxa
CORRIDA RÚSTICA 5K
Até dia 14/11/2013: R$ 50,00 + taxa
De 15/08 a 21/11/2013: R$ 60,00 + taxa
Ponto positivo: Flexibilidade de km, sem gasto com acomodação/alimentação
Ponto negativo: Revezamento somente nos 21 km / 2 corredores