Hora de polir

abre

A recuperação total (tanto da mente quanto dos músculos) antes das competições principais é fundamental para o ótimo desempenho atlético e o alcance dos recordes pessoais.

Esse período de regeneração que antecede as principais competições é denominado no meio esportivo como polimento ou semana(s) regenerativa(s), sendo a sua característica a redução da carga de treinamento e a conseqüente recuperação física e mental do corredor.

Sabemos que na preparação para as competições a carga de treinamento cresce conforme o avançar das semanas. Essa elevação da quilometragem percorrida e o aumento gradual da intensidade do esforço promovem os ajustes fisiológicos necessários à melhora do condicionamento atlético e prepara o corredor para as exigências da distância competitiva.

Assim, se o desempenho esportivo máximo exige uma alta tolerância física e mental ao estresse provocado pelo treinamento, esse mesmo treinamento (que melhora a capacidade orgânica), se mantido de modo intenso e por longo tempo, também é capaz de reduzir a força e a resistência muscular do corredor, interferindo negativamente em seu desempenho competitivo.

A etapa de polimento, portanto, promove uma adequada regeneração muscular e restauração completa das reservas energéticas (estoque de carboidratos nos músculos). O corredor, ao fazer o polimento, portanto, se torna forte e disposto para o grande dia!

Mas, quanto tempo deve durar a etapa de polimento? E quanto deve ser a redução da carga de treinamento?

As pesquisas científicas e também o saber empírico nos mostram que, dependendo da distância competitiva, o polimento apresenta uma duração variável:

Maratona – 19 a 22 dias

15 a 21 km – 11 a 14 dias

5 a 10 km – 7 a 10 dias

Fonte: Pfitzinger, 2004

A redução da carga de treinamento fica em torno de 60% da quilometragem percorrida durante a etapa de preparação. No entanto, o percentual de redução da quilometragem, durante o polimento, pode alcançar valores de até 85% sem qualquer prejuízo em relação ao condicionamento atlético.

Aqui, a Revista Runners World disponibiliza várias planilhas de treinamento, já com a semana de polimento estabelecida.

Importante destacar que durante o polimento a quilometragem é reduzida, mas a intensidade pode ser mantida. Desta forma, o corredor pode optar por realizar uma ou duas sessões em ritmo competitivo.

E quanto o desempenho pode melhorar com o polimento? Vale a pena mesmo “descansar” antes da competição?

Embora necessite de pesquisas mais conclusivas a respeito desse tema, alguns dados científicos e a observação do cotidiano indicam uma média no nível de melhora no desempenho (nos atletas que fazem o polimento), por volta de 3%.

Isto significa que na maratona o tempo final pode ser reduzido em mais de 5 minutos (para desempenho de até 3h), e em uma prova de 10 km, o corredor pode melhorar o seu tempo em mais de 1 minuto (para desempenhos até 40 minutos).

Fonte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s